Artista amazonense faz grafite de 3,5 metros em homenagem a Patixa Teló

 

Grafiteiro Alessandro Hipz reproduziu rosto de uma das figuras mais conhecidas de Manaus vestida de santa em um muro da capital

Uma das figuras mais conhecidas da capital amazonense, Patixa Teló é considerada uma celebridade por muitos. Quem nunca viu ou ouviu falar dela, amante de boi-bumbá e que brinca ao dizer que tem o sonho de governar o Amazonas? A vida humilde e a fama de Patixa no cotidiano manauara inspiraram o artista urbano Alessandro Hipz, de 33 anos, a reproduzir a imagem dela por meio de um grafite.

O trabalho foi executado num muro próximo à fábrica da Ambev, localizado na rua 16 do bairro Alvorada, Zona Centro-Oeste de Manaus. Intitulado “A Santa Patixa”, a arte foi divulgada por Alessandro Hipz nas redes sociais no último domingo (17). Instantaneamente, o grafite ganhou centenas de compartilhamentos e curtidas de pessoas que reconheceram Patixa Teló no trabalho. Até a manhã de hoje, a foto havia sido mais de 400 vezes no Facebook.


Foto: Winnetou Almeida

“Foi algo meio espontâneo. Num dos últimos trabalhos que fiz no viaduto próximo à Constantino Nery, fizeram montagens colocando a foto da Patixa. Muita gente gostou e eu pensei ‘por que não uma pintura com a Patixa?’. Ela é uma figura que representa a cidade e é a cara de Manaus”, disse o designer de interiores e grafiteiro há 16 anos.

Na arte de 3,5 metros grafitada, Patixa é representada como uma santa e esboça o sorriso característico dela. Segundo a postagem de Alessandro Hipz na intenet, a “Santa Patixa” foi produzida no evento Black e White Grafitti e faz parte de um acervo de obras de Alessandro que simbolizam mulheres amazônicas num aspecto sagrado. O tema é recorrente em sua arte.

“Usei tons de cinza pra estar nesse contexto do evento, usando cores preto e branco. Já vi a Patixa algumas vezes pela cidade, mas utilizei uma foto da internet e pintei diretamente no muro. Gostei bastante deste trabalho”, declarou. Segundo Hipz, o objetivo agora é fazer uma foto de Patixa ao lado da pintura. “Seria incrível. A minha ideia é justamente essa. Retratar pessoas que são ícones do Amazonas. Quem sabe não pinta um Nunes Filho por aí?”.


Foto: Winnetou Almeida

Alessandro destaca na descrição: “Quem disse que não teria Patixa de santa? Uma singela homenagem a essa figura super querida na cidade de Manaus”. A aprovação do grafite pelos internautas foi rápida. “Aew (sic) mano mandou ver… Parabéns pelo trabalho e por dar a cara de Manaus no grafiti. Representou”, disse um deles.

Patixa Teló

Engana-se quem imagina que a vida de Patixa é regada por glamour e fama. Morando sozinha com a mãe, a dona de casa Iraci Souza da Silva, numa quitinete no bairro São Francisco, Zona Sul de Manaus, a vida dela sempre foi humilde e cercada de obstáculos desde o nascimento, quando foi diagnosticada com uma deficiência. Desde então, mãe e filho se dividem para pagar as contas da casa. Em outubro deste ano, o Portal A Crítica entrevistou a célebre figura, que contou um pouco sobre a vida dela.


Foto: Reprodução/Facebook

Arte urbana

A arte de Alessandro Hipz pode ser encontrada em outros pontos da capital. Com a explosão de grafites na cidade, Alessandro também deixou a marca dele no viaduto localizado na avenida Álvaro Maia, próximo ao antigo Olímpico Clube. Lá, outra santa foi simbolizada em forma de arte urbana.

Fonte: https://www.acritica.com/channels/entretenimento/news/artista-amazonense-faz-grafite-de-3-5-metros-em-homenagem-a-patixa-telo

Enjoy this blog? Please spread the word :)