Detran-AM apreende 36 ônibus em Manaus em más condições e com placas clonadas

 

OAB deve ingressar com uma ação contra empresas responsáveis: Global Green, Vega, TransManaus, Eucatur e Transamazônia

Trinta e seis ônibus do transporte público em Manaus foram apreendidos durante uma operação do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM). Os veículos estavam com licenciamento atrasado, mau estado de conservação e até com placas clonadas. A Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Amazonas (OAB) deve ingressar com uma Ação Civil Pública contra as empresas de ônibus responsáveis.

De acordo com o Detran, a operação começou as 22h de ontem e terminou às 2h desta sexta-feira (17). A inspeção ocorreu em coletivos que circulavam na avenida Camapuã, avenida Grande Circular e alameda Cosme Ferreira, na Zona Leste da cidade. Na ocasião, as irregularidades foram observadas em ônibus das empresas Global Green, Vega, TransManaus, Transamazônia e Eucatur. 


Foto: Euzivaldo Queiroz

De acordo com o diretor-presidente do Detran, Vinícius Diniz, a quantidade de ônibus apreendida poderia ter sido muito maior, isso porque, segundo ele, as irregularidades alcançam mais da metade da frota de Manaus. “Os ônibus não dão a mínima condição dessas pessoas estarem dentro. Elas pagam pelo serviço e não tem o retorno. Os motoristas chegam a sentar em cadeira de macarrão soltas. Durante a fiscalização os próprios motoristas falavam ‘pode levar esse aí que está sem condição’. O objetivo é combater e dar um transporte a altura da população amazonense”, disse ele. 

Hoje, o parqueamento do Detran ficou lotado de ônibus irregulares. À frente do Detran, Diniz afirmou que a operação tem o objetivo de combater as irregularidades das empresas de transporte “sem privilégios”. “Acredito que têm pessoas que acham que estão acima da lei. Eu não estou prejudicando a população, mas sim eles, que estão trafegando em péssimas condições’. 


Foto: Euzivaldo Queiroz

Ação Civil da OAB

Devido a gravidade da situação, a OAB, representada pelo presidente Alan Feitosa, informou que vai levar ao conselho da entidade a abertura de uma Ação Civil Pública. “São muitos ônibus que estão irregulares e isso causa um dano à receita do Estado. Vamos exigir do diretor a isonomia de todo o transporte coletivo. Vamos acompanhar esse trabalho para a sociedade ser favorecida”.

Sobre os ônibus com placas clonadas, a OAB informou que um inquérito deve ser aberto na Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Veículos (Derfv) para apurar o caso.


Foto: Euzivaldo Queiroz

Fonte: http://www.acritica.com/channels/manaus/news/em-manaus-detran-am-apreende-36-onibus-em-mas-condicoes-e-licenciamentos-atrasados

 

Enjoy this blog? Please spread the word :)