Marco Aurélio tenta barrar candidatura de Antonio Andrade a presidência do Garantido

Marco Aurélio tenta barrar candidatura de Antonio Andrade a presidência do Garantido

O candidato a presidente do boi Garantido, Marco Aurélio Medeiros, ingressou com Ação na Justiça de Parintins, número do processo 843-96/2017, para possivelmente tentar impugnar a chapa do candidato a presidente Antonio Andrade. Marco Aurélio pediu na Justiça que o atual presidente do Garantido, Adelson Albuquerque, explique como Associação Folclórica fez o procedimento para o reingresso ao quadro de sócios do ex-presidente, que foi expulso do boi em assembléia geral realizada 2001.

 

Antonio Andrade foi expulso do Garantido por desmandos administrativos na Associação Folclórica, com patrimônio penhorado, e por ter deixado a entidade num verdadeiro caos financeiro.

 

Marco Aurélio, que tem como candidata a vice a ex-cunhã-poranga, Tatiane Barros, fez uma notificação extra judicial ao presidente Adelson requerendo atas e os meios de como se deu a volta de Antonio como associado do bumbá, depois das penalidades que sofreu.

 

Adelson Albuquerque não forneceu as informações a Marco Aurélio e por causa disso, Aurélio ingressou com Ação na Justiça, que foi aceita, nesta segunda feira (11/09), pelo juiz da 1ª. Vara de Comarca de Parintins Fábio Cesar Olintho.

 

O juiz deu um prazo de 3 dias para que o presidente do boi Garantido, Adelson Albuquerque, apresente as atas das duas assembléias gerais (2001 e 2016), sendo a primeira, em que Antonio Andrade foi expulso e a segunda na qual ele foi readmitido ao quadros de associado.

 

“Pelo exposto, DEFIRO a a tutela provisória de urgência requerida, porém, em menor extensão, somente para determinar a ASSOCIAÇÃO FOLCLÓRICA BOI BUMBÁ GARANTIDO a juntada nos autos em 3 dias do Regimento Interno da Associação Ré; da lista atualizada e definitiva de associados aptos a votar na eleição; das atas das assembléias gerais em que Antônio Andrade Barbosa fora excluído e e readmitido…”, diz parte do despacho do magistrado de Parintins.

 

Por: Assessoria de Comunicação

Enjoy this blog? Please spread the word :)