Marinha aprova plano de remoção do empurrador que naufragou no Rio Amazonas

 
O plano de salvatagem foi entregue pela empresa com atraso: um dia após o prazo previsto na ação
 O empurrador naufragou em agosto, nas proximidades de Óbidos (PA), rio Amazonas, após se chocar com o navio (Foto: Reprodução/Internet)

Uma portaria que aprova o Plano de Salvamento para remoção do empurrador CXX, da empresa Transporte Betolini, foi assinada na última segunda-feira pelo Comando do 4º Distrito Naval (Com4ºDN), no entanto, a operação segue sem prazo definido. O empurrador naufragou em agosto, nas proximidades de Óbidos (PA), no rio Amazonas, após se chocar com o navio mercante Mercosul Santos. Sete tripulantes e dois passageiros desapareceram após a colisão.

O plano de salvatagem foi entregue um dia após previsto na ação de tutela de urgência protocolada pelos familiares dos desaparecidos no fórum de Santarém. A ação solicitava à justiça paraense que obrigasse a empresa a reduzir os prazos para fazer a remoção da embarcação, que está a mais de 60 metros de profundidade e a 15 quilômetros de onde ocorreu o acidente.

Dia 15 de setembro foi o prazo dado à empresa para apresentar o plano. Mas, conforme o Com 4ºDN, o mesmo só foi entregue oficialmente à Capitania Fluvial de Santarém (CFS) no último sábado, por representantes da Bertolini e da empresa holandesa Smit Salvage, que executará o plano. A empresa pertence ao grupo Boskalis do Brasil Dragagem e Serviços Marítimos (Ltda).

O comando assinou o plano na segunda-feira. “A capitania acompanhará e fiscalizará o trabalho de reflutuação, auxiliando no controle do tráfego de embarcações, contribuindo para a segurança da navegação”, informou o órgão. 

No entanto, a Marinha não informou sobre prazos e nem o gerente coorporativo que está coordenando o comitê de crise da empresa Bertolini, Marcelo Schröder, atendeu as ligações feitas pela reportagem.

Familiares

Os familiares dos desaparecidos continuam na luta por informações. O funcionário público Wemerson Almeida, primo de uma das vítimas, relatou que eles estão entrando com ações judiciais para conseguir receber o plano de salvamento, entregue só à capitania. “A única coisa de que fomos informados é que, até final de outubro, deve iniciar o trabalho para a retirada do empurrador. Queremos algo concreto, com dia e prazos, mas nada disso nos é repassado. Sempre buscamos o diálogo com a empresa e a capitania, como não temos retorno, estamos buscando ajuda com o poder público e a justiça”, contou.

Familiares afirmam que Bertolini suspendeu assistência

O funcionário público  Wemerson Almeida, primo de uma das 11  pessoas desaparecidas após a colisão entre o empurrador de balsas da empresa Bertolini e o navio mercante Mercosul Santos, informou que, uma semana após o acidente, a empresa Bertolini, “abandonou” os familiares dos desaparecidos.

“Até então, a Bertolini estava acompanhando todo o caso de perto, prestando a atenção necessária e nos atendendo quando precisávamos. Depois disso, quando viram que a situação era mais séria, eles desapareceram. Por conta disso, nós, familiares, resolvemos procurar ajuda com o Ministério Público Federal e Estadual para conseguir o plano de salvamento”, contou Almeida.

Conforme Almeida,  a revolta dos familiares das vítimas ficou ainda maior após eles serem informados que, na próxima semana, a empresa inicia um plano de ação para a retirada da balsada empresa que também naufragou, enquanto a retirada do empurrador segue sem prazos.

Três amazonenses 

Dos 11 tripulantes que estavam no empurrador no dia do acidente, três são amazonenses. Euclinger da Silva Costa foi resgatado com vida, mas Wandel Ferreira de Lima e Cleber Rodrigues Azevedo, todos do município de Itacoatiara, ainda não foram localizados.

Fonte: https://l.facebook.com/l.php?u=https%3A%2F%2Fgoo.gl%2FPeBDMj&h=ATMqJh91uezQw69-8jdNpxEM4VT6IyrSM2rT5xjFNukMAP_ApkIEo7Ke78uz0NNuFJClafncdkCJkjYJWhj3uOs_nDw4Ovyz3pSvM4efNw4EhNfaFPmLd_5pk8Jh8HtPTUoY5c4G13DiP7HPBDVBuhyAptJVAZVve_jLWvSscStasZIKZ_Xzwc4YRp1H8X-jmBFZf7g567jnAtN11BwF8UPzhjPygLNQ3hdsASfuu79Cov-XODrId1KDKRvfxsgrIzxupL0V2kxYNmTA4CB5EDAJOuPGbqTIwi3f1Tspdz-9fAhNSWY

Enjoy this blog? Please spread the word :)