Ensino de alunos com necessidades especiais ganha sala específica em escola da estrada de Balbina, em Presidente Figueiredo

 
Crianças com necessidades especiais da rede municipal de ensino de Presidente Figueiredo passaram a dispor de uma Sala de Recurso Multifuncional, que conta com computadores e programas que irão auxiliar no aprendizado desses alunos, sob a orientação de professores capacitados. A inauguração do espaço ocorreu na tarde de ontem (1º), na Escola Municipal São Miguel, situada na comunidade de mesmo nome, quilômetro 50 da estrada de Balbina, a AM-240.
 
O projeto é uma iniciativa da Secretaria Municipal de Educação (Semed), que deverá entregar mais quatro salas até o final do ano. Os docentes receberam treinamentos para lecionar a crianças portadoras de autismo, deficiência visual, surdez e demais problemas que dificultam o aprendizado. 
 
No último sábado (28), a prefeitura do município também inaugurou o Centro de Educação Infantil Professor Horliens Baptista Camargo, na Vila de Balbina, uma nova creche que irá atender às crianças que moram dentro do distrito. 
 
“A partir de agora, as crianças da comunidade São Miguel que necessitam de atenção especial passarão a estudar na sala inaugurada naquela localidade. Já a creche, que fica dentro da própria Vila de Balbina, distante 60 quilômetros do ramal, irá fornecer toda estrutura necessária para o bem-estar das crianças que vivem no distrito, levando confiança e comodidade para as mães que precisam de profissionais capacitados para cuidar de seus filhos durante a rotina diária de trabalho. São duas grandes conquistas para os moradores desses dois lugares”, afirmou o prefeito Romeiro Mendonça. 
 
Inclusão
 
Para o vice-prefeito, Mário Abrahão, que esteve presente na inauguração da sala, a inserção dessas crianças no convívio social é fundamental para o desenvolvimento intelectual delas. “Precisamos garantir a inclusão de alunos com necessidades especiais no ambiente escolar com as ferramentas necessárias para que consigam acompanhar o ensino e desempenhar suas atividades escolares a contento”, disse.
 
A coordenadora de Educação Especial da Semed, Marinês Guimarães, ressaltou o investimento do Executivo Municipal na capacitação dos professores. “Neste ano, a prefeitura já desenvolveu alguns trabalhos importantes, como o Projeto de Formação de Professores, Programa Aruã e Formação de Mediador. Todos eles voltados para atender crianças com algum tipo de limitação”, observou.
 
Ainda segundo a coordenadora, os equipamentos foram disponibilizados pelo Ministério da Educação (MEC) e já estão cadastrados nos programas educacionais. “A legislação prevê que a escola dê suporte aos alunos, de modo que eles avancem. E o professor é fundamental nesse processo”, concluiu.
 
 
Por: Assessoria de Comunicação 
Fotos: Flávio Santos

Enjoy this blog? Please spread the word :)