Festa do Tucunaré 2017: Divulgado regulamento e premiação do torneio de pesca

A Vila de Balbina será palco de uma grande celebração dedicada a todos os pescadores de Presidente Figueiredo. Além do cantor sertanejo Léo Magalhães como atração principal, a aguardada Festa do Tucunaré irá trazer o concurso Rainha do Lago, com o desfile de belas candidatas, e o tradicional Circuito de Pesca Esportiva.

 

TORNEIO DO TUCUNARÉ 2017

 

REGULAMENTO GERAL

 

1 – INSCRIÇÃO

 

1.1 – Podem participar do Torneio de Pesca do Tucunaré, através de inscrição prévia ao dia do torneio, e que apresente a carteira de pescador amador atualizada.

1.2 – No ato da inscrição o pescador receberá uma via da FICHA DE INSCRIÇÃO emitida pela coordenação do evento.

1.3 – As inscrições podem ser feita até 45 minutos antes do início do torneio junto à comissão organizadora do evento. .

1.4 – Será recolhido como obrigatoriedade no ato da inscrição 5 kg de alimentos não perecíveis a serem distribuídas para as comunidades do entorno do lago de Balbina. 

 

2 – Organização e Direção

 

2.1 – O Torneio de Pesca do Tucunaré será organizado e dirigido pela Prefeitura Municipal de Presidente Figueiredo, controlado pela comissão organizadora nomeada pela mesma.

 

3 – EQUIPAMENTOS

 

3.1 – Os equipamentos de pesca são de responsabilidade do pescador sendo permitidos quaisquer tipos de vara, molinete, carretilha, fly, linha de mão e acessórios de apoio como puçá para embarque do peixe.

3.2 – Só será permitido usar iscas artificiais.

3.3 – Será desclassificado qualquer participante que pratique durante o torneio, uso de equipamentos não inclusos nos itens anteriores.

3.4 – É vedada à participação no torneio sem o uso de coletes salva vidas, inclusive barqueiros, enquanto estiverem navegando.

3.5 – Ao participante somente é permitido trabalhar com uma vara ou equipamento por vez.

 

4 – EMBARCAÇÕES

 

4.1 – A embarcação para participar do torneio deverá estar em perfeitas condições de navegação. Caso haja necessidade de substituição por avaria, a comissão deverá ser comunicada.

4.2 – Será de responsabilidade do participante, barcos, remos, motor, combustível e outros acessórios.

4.3 – Cada barco deverá conter no máximo até 02 (dois) pescadores e 01 (um) barqueiro, e por caráter opcional um menor com idade mínima de 10 a 15 anos e 11meses, formando uma equipe.

4.4 – A equipe embarcada que a comissão julgar que esteja com excesso de lotação pelo tipo de embarcação será desclassificada.

4.5 – É vedado a pesca pelo barqueiro.

 

5 – PESCADOR

 

5.1 – O pescador para participar do Torneio de Pesca do Tucunaré deverá apresentar a Carteira de Pescador Amador.

5.2 – Alertamos para o fato de que pescar sob ou perto de troncos de árvores é fator de risco de vida, principalmente quando está ventando ou chovendo.

5.3 – O puçá poderá ser utilizado por qualquer elemento da equipe para ajudar o companheiro em atuação.

5.4 – Não haverá limites de varas montadas.

5.5 – Não é permitido pescar com vara de espera.

5.6 – A pesca deverá ser exercida com as embarcações numa distância mínima de 10 m entre as equipes.

5.7 – A equipe que abandonar a prova terá seus pontos computados desde que o abandono decorra por motivo de força maior, comunicando a Comissão organizadora e reconhecida pela mesma por escrito.

5.8 – A equipe que se retirar da prova sem autorização será desclassificada.

 

6 – INÍCIO DO TORNEIO

 

6.1 – O torneio acontecerá no dia 28/10/2017, e terá duração de 8 horas.

Largada: 07:00h – Chegada: 15:00h

6.2 – É sugerido aos participantes que compareçam 01 (uma) hora antes do início da competição apresentar in loco a carteira de pescador, o colete salva-vidas.

6.3 – O participante que entrar no lago para pescar sem a confirmação dos documentos e recebimento de senha de controle estará automaticamente desclassificado.

6.4 – O sinal de largada será dado com um tiro de fogos de artifício as 07hs. Quando estiver faltando 30 (trinta) minutos para o encerramento da competição será disparado mais um tiro de fogos de artifício comunicando os pescadores à proximidade do encerramento.

6.5 – Os participantes que não se apresentarem no horário determinado deverão se apresentar no ponto de fiscalização para que seja efetivada vistoria em sua embarcação antes de adentrar a área determinada para a pesca.

6.6 – O relógio oficial será o da coordenação que será afixado na barraca de biometria.

6.7 – Se por algum motivo o início da prova atrasar, consequentemente a mesma terminará além da hora prevista e sua duração não será afetada.

 

7 – CAPTURA DOS PEIXES

 

7.1 – A pesca será aceito somente tucunarés, de qualquer medida, que após a medição retornarão para água em condições de sobrevivência.

7.2 – Os peixes apresentados para medição deverão estar vivos, em água limpa, igual do local da prova e oxigenada no viveiro. (Sugere-se aos barcos que não possuem viveiros que seja providenciado uma caixa térmica, para acondicionar os peixes, e sua água seja renovada periodicamente, afim de que os peixes permaneçam vivos).

7.3 – Os peixes capturados que forem apresentados para a comissão, deverão ser devolvidos a água em condições que o mesmo sobreviva, o que será observado por um membro da coordenação, por prazo máximo de 01 (um) minuto após a soltura. Após esse prazo se o peixe não demonstrar condições de sobrevivência o mesmo será desclassificado.

7.4 – Toda a manipulação dos peixes durante a biometria e soltura deverá ser efetuada pelo pescador.

7.5 – Somente pontuarão os peixes vivos, medidos nos postos de medição previamente localizados que serão informados no ato da prova.

7.6 – A medição dos peixes válidos poderá ser feita durante o transcorrer da prova.

7.7 – Poderá se assim o desejar, os pescadores apresentar um peixe ou dois peixes no decorrer da provas, voltando para o lago para capturar e apresentar os peixes que faltam, fazendo uma somatória  total de 03 (três) peixes.

7.8 – Não será tolerado atraso de equipes após o término da prova. Ao chegar no local da medição, a equipe deverá pegar uma senha com a Comissão organizadora e esperar ser chamada para medir e soltar seus peixes.

 

 

 

8 – LOCAL DE PESCA

 

8.1 – A área de pesca será anunciada na hora da saída do pescador.

8.2 – De acordo com a Instrução Normativa IBAMA Nº 12/2005 é proibido a pesca na Zona de Amortecimento da Reserva Biológica do Uatumã situado a margem esquerda do Lago de Balbina, ficando sujeito a desclassificação.

8.3 – Será passível de desclassificação a equipe que permanecer a uma distância de 500 metros da barragem de concreto.

 

9 – ORGANIZAÇÃO E FISCALIZAÇÃO

 

9.1 – A organização disponibilizará fiscais da Secretaria Municipal do Meio Ambiente E Sustentabilidade – SEMMAS e fiscais do Instituto Chico Mendes de Biodiversidade – ICMBIO, que são responsáveis pela Reserva Biológica Uatumã – REBIO UATUMÃ,  para atuar conforme as normas deste regulamento.

9.2 – Os concorrentes não poderão prejudicar de modo algum o desenrolar da prova.

9.3- Somente a comissão organizadora é competente para desclassificar sumariamente, qualquer concorrente por infração às áreas e procedimentos.

9.4 – A Comissão organizadora poderá impugnar qualquer peça com sinal ou marcas que comprovem suspeitas de pesca irregular (peixe colocado em cativeiro)

9.5 – Os casos omissos serão decididos pela comissão organizadora e a decisão não cabe recursos.

 

10 – CLASSIFICAÇÃO

 

10.1 – A modalidade será embarcada.

10.2 – No momento da chegada os participantes receberão uma senha para pesagem dos peixes

10.3 – A classificação do circuito obedecerá à regra específica em anexo às regras do torneio

 

11 – PONTUAÇÃO

 

11.1 – A – Serão respeitadas a média da soma do comprimento dos três peixes. Sendo considerado o comprimento da boca ao fim da cauda. Valendo 01 (um) ponto por centímetro..

Ex.:       peixe 1 – 65 cm

Peixe 2 – 35 cm

Peixe 3 – 43 cm

TOTAL: 143 cm / 3= 47,66 pontos

 

Obs.: Caso uma equipe apresentar apenas 01 ou 02 peixes na prova, a soma do comprimento dos peixes será dividida por 03 (três) para obter a média na competição.

 

11.2 – Será considerada vencedora a equipe que apresentar a maior pontuação.

11.3 – No caso de empate, a classificação será determinada pelo maior peso do peixe de cada equipe, se houver a necessidade tomará o critério do maior peixe apresentado, ainda assim se porventura ocorrer empate observará a ordem de chegada da equipe vencendo a que chegar em primeiro.

 

12 – PREMIAÇÃO

12.1 Haverá a entrega de troféus para os três primeiro lugares e 3 sorteios, sendo o primeiro sorteio uma canoa. O segundo sorteio, um motor de popa, e o terceiro sorteio, uma carreta para bote homologada. Além de brindes entre os participantes do torneio.

 

OBS: O sorteio será realizado na Festa do Tucunaré à noite.

Por: Bôsco Cordeiro

Enjoy this blog? Please spread the word :)