Polícia prende autores de homicídios na AM 240

Dois homicidas que estavam foragidos, tiveram sua liberdade interrompida ao serem presos pela equipe de policiais civis da 37 DIP, em Presidente Figueiredo/Am, que tem como titular o delegado Dr. Valdinei Silva. Um dos casos, aconteceu no final da tarde deste domingo(29), no Km 38 da AM 240, na borracharia do local conhecido como “Sítio do Louro”, onde Regio Joaquim Ataíde dos Santos, 48 anos,  foi assassinado a golpes de faca por Leandro Sudário Bezerra, 25 anos; O segundo caso ocorreu no dia 19 de agosto de 2017, na Comunidade Cristo Rei, km 28 da AM 240, Ramal do Matrinxã, tendo como vítima o Sr. Jonatha Rodrigues Sinaraua, assassinado a terçadadas por Ricardo Gomes da Silva, 38 anos, popularmente conhecido como “Careca”.

Caso do “Sítio do Louro”

Tudo aconteceu ao final da tarde do domingo, quando Leandro e Régio se desentenderam, após tomarem umas cervejinhas, chegando a irem às vias de fato, onde Régio aplicou dois socos em Leandro que na ocasião, foi contido por sua companheira e um casal que os acompanhava. O motivo da discórdia teria sido um fio da moto do caseiro (Leandro), que havia sido cortado e a suspeita recaia sobre o borracheiro (Régio).

Leandro não aceitou as “piadinhas” que Régio vinha fazendo sobre sua moto, causando a desavença. Após alguns minutos quando tudo parecia já ter se acalmado, Régio voltou a provocar Leandro e este, sem que sua companheira percebesse, foi até a borracharia onde Régio se encontrava e desferiu vários golpes no desafeto, com uma faca caseira, deixando-o caído agonizante ao chão, evadindo-se em seguida do local do ocorrido.

 

Caso “Ramal do Matrinxã”

“Careca” como é conhecido Ricardo Gomes da Silva, alegou que matou Jonatha por desconfiar que este tratava-se de um ladrão e que, no dia do crime, ocorrido em agosto deste ano, havia bebido em sua casa na companhia da vítima e de um outro indivíduo conhecido como “Nico”. Mas que após tomarem uma caixinha de cerveja, despediram-se e, estranhamente, Jonatha retornou à sua residência mas que desconfiado, ficou em silêncio na casa até que Jonatha fosse embora.

Passado alguns minutos, a vítima novamente retornou até a casa de Ricardo, desta feita acompanhado de outro indivíduo que ficou aguardando em uma moto, a poucos metros da residência. Jonatha entrou na casa e ficou remexendo os pertences de Careca, que a esta altura havia saído da casa pela parte dos fundos, ficando escondido munido com um terçado e, quando o invasor deixou sua residência, acertou-lhe uma terçadada na cabeça e quando este caiu, desferiu-lhe outra no pescoço.

Na sequência dos fatos, Careca procurou um vizinho narrando o ocorrido, para depois evadir-se do local tomando o rumo da capital.

Por: Bôsco Cordeiro

 

 

Enjoy this blog? Please spread the word :)