Sr. Zequinha some na “Cacaia” e moradores do Rumo Certo estão apreensivos

O Sr. José Lopes da Silva, 75 anos, desapareceu desde a última sexta-feira(10), quando foi visto pela última vez, dentro do Lago de Balbina, em Presidente Figueiredo-Am, numa região conhecida como “Cacaia” local onde existem diversas ilhas que se formaram quando da construção da Hidrelétrica de Balbina.

“Sêo Zequinha” como é carinhosamente conhecido por todos da Comunidade do Rumo Certo, localizada no Km 165 da BR 174, é morador de uma das ilhas e além de agricultor, é comerciante onde compra os produtos produzidos na região, especialmente bananas e leva para vender em Manaus. Dentre os muitos parceiros de negócios, Sr. José mantinha uma estreita relação com Sr. Luís e com o “Sr. Pacu”, com os quais já mantinha além da relação comercial, uma estreita amizade.

Sr. Luís nos contou que na última sexta-feira, estava na “Cacaia” pescando alguns tucunarés para comer, quando seu Zequinha se aproximou e após conversarem, o comerciante negociou os peixes já pescados e que estaria indo ao encontro de “Pacu” de onde, de lá, partiria à sua residência em uma das ilhas.

O desaparecimento do comerciante foi notado, quando Luís e “Pacu” ao procurarem por Sr. José, souberam através de seu caseiro recém contratado, que o mesmo não havia retornado a sua casa. Os dois amigos então imaginaram que ele havia ido para a vila no Rumo Certo, pois já não tinha mais gelo, e que por isso talvez, com medo que os peixes e outros produtos que carregava estragassem, tivesse tomado o rumo da vila.

Ao chegarem à vila no entanto, tiveram a informação que “Sr. Zequinha” não havia aparecido, foi quando “Pacu” se dirigiu até o posto policial da comunidade, relatando o ocorrido. Por ser uma pessoa querida por todos do Rumo Certo, logo a notícia se espalhou e diversos amigos fizeram buscas sem sucesso do comerciante desaparecido.

Nesta quarta-feira(15), uma equipe composta por quinze pessoas, comandadas pelo Dr. Valdinei Silva, delegado do município, com o apoio do Grupo de Resgate da Guarda Municipal, cães farejadores e mais o apoio de pessoas da comunidade, farão uma grande operação de buscas pelo empresário, pois todos acreditam que ele possa estar perdido e que nada de mal tenha lhe acontecido.

 

“Pacu” e Luís que foram os últimos a terem contato com o desaparecido, tem procurado auxiliar às autoridades de todas as formas para que o amigo e parceiro comercial seja logo encontrado e se dispuseram a fazer parte da equipe de buscas, já que o local é extenso e fácil de se perder para quem não conhece a região. 

Por: Bôsco Cordeiro

 

Enjoy this blog? Please spread the word :)