Veja cinco destinos de viagem pelo Brasil ricos em lendas e manifestaç

Agosto pode até ser um mês sem feriados e, por isso, dar um certo “desgosto” para alguns, mas no último dia 22 foi comemorado o Dia do Folclore Nacional. E, se você já saiu da escola, provavelmente esqueceu de comemorar a data. Mas inspirado nisso, o site de viagens Momondo montou uma lista com cinco lugares ricos em lendas e manifestações culturais. São cidades norteadas por lendas, magia e misticismo.

A lista traz São Luiz do Paraitinga (SP) e a sua Festa do Saci; Manaus (AM) e os personagens mágicos dos rios, Joanópolis (SP) e o mito do lobisomem; a Serra da Canastra (MG) e as lendas do Rio São Francisco e São Luís do Maranhão com a animação do Bumba-meu-boi.

1) São Luiz do Paraitinga, São Paulo (Festa do Saci)

Desde 2003, a pequena cidade de São Luiz do Paraitinga, no Vale do Paraíba, promove a Festa do Saci com muita música, teatro, contação de histórias, oficinas, brincadeiras e outras atividades. O evento é sinônimo de diversão para todas as idades e, este ano, ocorre de 27 até 29 de outubro.

São Luiz do Paraitinga, em São Paulo
São Luiz do Paraitinga, em São Paulo Foto: Eliária Andrade / Agência O Globo

2) Manaus, Amazonas (Iara, Boto, entre outras lendas)

Na região amazônica as lendas mais populares são as que têm as águas como pano de fundo. Mitos como os do Boto e da Mãe d’Água (Iara) tomam conta do imaginário local e são um convite para conhecer melhor a cultura dessa parte do Brasil. Manaus, capital do Estado do Amazonas, tem como pontos turísticos o Teatro Amazonas, o Centro Histórico, a Praça São Sebastião e a praia fluvial de Ponta Negra. Além disso, de lá também saem passeios para conhecer a Floresta Amazônica, as aldeias indígenas e, claro, os rios. O encontro das Águas (quando o Rio Negro encontra o Solimões, formando o Rio Amazonas) também não pode faltar no roteiro.

 

3) Joanópolis, São Paulo (Lobisomen)

Localizada na divisa com Minas Gerais, a cidade paulista tem cerca de 12 mil habitantes e é famosa por ser a “capital do Lobisomem”. O mito não é exclusivo da região, mas o título deve-se ao fato de que muitos moradores, principalmente os mais antigos, relatam já terem visto a criatura. No município existe até uma Associação dos Criadores de Lobisomens. Aos pés da Serra da Mantiqueira, a cidade tem rios e cachoeiras e uma de suas principais atrações é a Cachoeira dos Pretos, com seus 154 metros de queda.

4) Parque Nacional da Serra da Canastra, Minas Gerais

Criado para proteger as águas do Rio São Francisco, o parque abrange as cidades de São Roque de Minas (nascente histórica do Velho Chico), Vargem Bonita, Delfinópolis, Sacramento, São João Batista do Glória e Capitólio. Na região, uma das lendas é a do Caboclo d’Água, ser mítico que assombra pescadores e navegantes, chegando até a virar e afundar os barcos. Uma viagem pelo parque é a oportunidade de conhecer mais histórias relacionadas ao rio e aproveitar a exuberante natureza. E, claro, se deliciar com a culinária da região (prove o queijo da Serra da Canastra).

5) São Luís, Maranhão (Bumba meu boi)

A lenda mais festejada do Maranhão é a do bumba meu boi. Diz a lenda que um escravo, para satisfazer os desejos da mulher grávida que queria comer língua de boi, matou o animal que era o preferido do fazendeiro. Esse fazendeiro, com a ajuda de um curandeiro, ressuscitou o bicho e, para comemorar o milagre, foi realizada uma grande festa. Anualmente, em junho acontece na cidade a festa do Bumba-meu-boi. Grupos folclóricos se encontram nas ruas da capital maranhense e se apresentam ao redor de bois coloridos, num festival marcado por muita dança e ritmos.

O centro histórico de São Luis, no Maranhão
O centro histórico de São Luis, no Maranhão Foto: Marcelo Theobald / Extra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Enjoy this blog? Please spread the word :)