Vice-Prefeito de Parintins estaria usando máquina da Prefeitura na campanha do irmão; ele nega

Vice-Prefeito de Parintins estaria usando máquina da Prefeitura na campanha do irmão; ele nega

Tony Medeiros estaria usando estrutura da Prefeitura na campanha de Marco Aurélio Medeiros à presidência do Garantido

O vice-prefeito de Parintins ex-deputado estadual, Tony Medeiros (PSL), estaria usando a estrutura da Prefeitura e pressionando servidores municipais, que são sócios do Garantido, para votar no irmão dele, Marco Aurélio Medeiros, que é candidato a presidente do boi.

Segundo as fontes, a pressão de Tony, que é amo do boi Garantido, aumentou porque nesta sexta-feira (01/09), é o dia do lançamento da chapa de Marco Aurélio. O lançamento da chapa já foi adiado por duas vezes.

Funcionários denunciam que além das ligações de Tony Medeiros, que está como prefeito em Exercício, coordenadores de setores estratégicos da Prefeitura foram orientados a fazer reuniões com funcionários-sócios, nos ambientes de órgãos públicos. Uma das reuniões aconteceu na quinta-feira (31), no setor de Endemias, em pleno horário de trabalho.

Tanto as reuniões quanto os telefonemas do vice-prefeito que soam “como pressão e perseguição” aos funcionários foram gravadas em áudio e sócios do Garantido ameaçam agora levar o caso para o conhecimento do Ministério Público/AM.

MAGISTRADO
O prefeito Bi Garcia está em viagem a São Paulo, acompanhando seu pai que está em tratamento de Saúde. O prefeito já teria se pronunciado que não vai interferir na eleição do boi. Fontes disseram que Bi Garcia vai agir como magistrado, na eleição do Garantido, sem comprometer seu grupo político.
No início do mês, a primeira dama de Parintins, Michele Valadares, declarou voto à chapa de Fábio Cardoso e Messias Albuquerque, que disputam a presidência do Garantido. O presidente da Câmara de Vereadores, Maildson Fonseca, aliado do prefeito Bi Garcia, esteve na festa de lançamento da chapa presidida por Fábio.

O OUTRO LADO
Para o site PARINTINSAMAZONAS, o prefeito de Parintins, em Exercício, Tony Medeiros, refutou que esteja pressionando servidores municipais a votar na chapa a presidência do Garantido, encabeçada pelo irmão dele, Marco Aurélio Medeiros. No entanto, Tony confirmou que fez ligações a alguns servidores, mas negou qualquer tipo de perseguição a funcionário.
“Quem me conhece sabe que jamais emparedei qualquer pessoa para me apoiar na política. Não é minha índole esse tipo de comportamento. Agora vou pedir votos para o meu irmão. Vou me posicionar e quem quiser ficar do meu lado e do nosso grupo na eleição do Garantido vai ficar”, afirmou o ex deputado.
Tony Medeiros também afirmou assumir toda e qualquer conversa tida ao telefone com os associados, mas avisou que vai processar o aparecimento de áudios. “Já convivi no meio de leões e não é qualquer tipo de catita a fazer mudar de comportamento democrático. Gravar algum tipo de diálogo sem a outra pessoa saber é crime. Além disso quem faz esse tipo de coisa não merece credibilidade e está no meio de qualquer grupo. Eu assumo tudo o que falei e não disse nada de mais”, assinalou.

NÃO VÊ IRREGULARIDADE
Para o vice prefeito não é crime pedir voto no local de trabalho, na eleição a presidência do Garantido, pelo fato de não se tratar de um pleito partidário. Tony vê o caso como um ato normal. “A eleição bovina é momento democrático que os associados vão escolher a quem pode melhorar o nosso Garantido. Eu acredito na chapa do Marco Aurélio e as outras pessoas tem direito e podem não caminhar conosco, isso é fato. Outro fato é que não tem uma legislação sobre as regras de pedir voto. Quem está pedindo voto para o meu candidato não está ferindo nenhum tipo de legislação. Não estamos numa disputa partidária e sim numa disputa bovina que vai se encerrar daqui a 30 dias”, argumentou Tony Medeiros.
A eleição do Boi Garantido acontecerá no dia 24 de setembro e até agora três chapas estão na disputa: Antônio Andrade e Coronel Rogério; Fábio Cardoso e Messias Albuquerque; Marco Aurélio e Tatiane Barros, ex-cunhã-poranga do boi.

Por: Cayo Dias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Enjoy this blog? Please spread the word :)