Professora tentou impedir que criminoso ateasse fogo em creche

A professora Helley Abreu Batista tentou impedir a ação de Damião Soares dos Santos, de 50 anos, de atear fogo no Centro Municipal de Educação Infantil Gente Inocente, onde ele trabalhava como vigia, nesta quinta-feira (6/10), em Janaúba. A pedagoga, de 43 anos, teve 90% do corpo queimado e morreu no hospital cerca de onze horas após a tragédia.

De acordo com o delegado Bruno Fernandes Barbosa, o ímpeto de salvar os alunos se baseia em uma conduta heroica de Helley. “Ela mostrou que estava ali realmente pra proteger aquelas crianças”, conclui. O autor do crime cometeu suicídio ao botar fogo no próprio corpo, poucas horas depois do incidente.

A pedagoga era amada pelos profissionais da creche, que a viam como guerreira, sempre cuidando dos alunos com muito afinco. A supervisora de uma escola onde ela trabalhou em 2016, Eliane Faria, declara que a professora era “muito cativante, alegre e conseguia envolver cada aluno com seu olhar peculiar”. Para Eliane, “ser professor é ser Helley Abreu”.A profissional, contratada pelo município em 2016, tendo começado a trabalhar na creche desde então, era casada e tinha três filhos, de 1, 11 e 13 anos. Apesar do ato heroico, seis crianças morreram durante o crime.

Fonte: https://www.metropoles.com/brasil/professora-tentou-impedir-que-criminoso-ateasse-fogo-em-creche

Enjoy this blog? Please spread the word :)