‘Braço direito’ de João Branco é morto com 12 tiros em estacionamento de lanche

 

Segundo a perícia da Polícia Civil, os tiros atingiram a cabeça, o peito e as costas de “Max”. No momento da execução, o homem estava no banco do motorista de uma caminhonete modelo Saveiro, de cor vermelha

Makysoniel Nogueira Braga, vulgo “Max”, de 33 anos, considerado pela Polícia Civil como braço direito do traficante João Pinto Carioca, o “João Branco”, um dos líderes da facção criminosa Família do Norte (FDN), foi assassinado com 12 tiros na noite desta quinta-feira (25) no estacionamento do Lanche do DJ Evandro Jr., na avenida Tefé, ao lado da sede do Manaustrans, na Zona Sul de Manaus.

Segundo a perícia da Polícia Civil, os tiros atingiram a cabeça, o peito e as costas de “Max”. No momento da execução, o homem estava no banco do motorista de uma caminhonete modelo Saveiro, de cor vermelha e placas PHL-8190. Um homem ainda não identificado também estava dentro do veículo junto com Makysoniel e foi atingido com três tiros. Ele foi conduzido ao Serviço de Pronto-Atendimento (SPA) da Zona Sul para receber atendimento médico.

Em fevereiro de 2016, Makysoniel foi detido com João Branco e outros dois comparsas do traficante no município de Pacaraima, em Roraima, quando o líder da FDN tentava entrar no Brasil pela fronteira com a Venezuela. No ano de 2010, Max, que é natural de Manacapuru, foi preso por tentativa de homicídio e porte ilegal de armas depois de ter disparado sete tiros contra Tiago Alves e o policial civil Ado Evangelista dos Santos Nascimento, além de Antônio Oliveira Oliveira, 22.

O autor do crime ainda não foi identificado. O corpo foi removido pelo Instituto Médico Legal (IML). A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros vai investigar o caso.

Fonte: https://www.acritica.com/channels/manaus/news/braco-direito-de-joao-branco-e-morto-com-12-tiros-em-estacionamento-de-lanche

Enjoy this blog? Please spread the word :)