Jiu-Jítsu Sem Kimono: Promessas e atletas do interior dão show no Bergão

Aproximadamente 500 atletas disputaram o 1º Campeonato Amazonense de Jiu-Jítsu Sem Kimono Profissional, neste domingo, 3 de setembro, no ginásio Bergão, no São Jorge, Zona Oeste de Manaus. O show de lutas foi organizado pela Federação Amazonense de Jiu-Jítsu Profissional (FAJJPRO), gestão João Bosco Júnior.

A competição cumpriu o objetivo de promover o esporte e revelar novos atletas para a “arte suave” do Estado. Uma delas é a faixa laranja Beatriz da Silva Santos, de 12 anos, campeã da categoria diante Adria Vitória Araújo, da mesma idade.

 

Beatriz é a atleta da Associação Kadosh, do Mutirão, Zona Leste de Manaus. Ela começou no esporte aos 10 anos, por influência da prima que já praticava a luta. E a brincadeira acabou se transformando em rotina e neste domingo a menina chegou a décima medalha em campeonatos de jiu-jítsu.

“Estou muito feliz pelo resultado, pois essa é minha décima medalha que eu vou levar para casa. São três de ouro, quatro de prata e três de bronze”, disse Beatriz, que concilia os treinamentos com o sexto ano do Ensino Fundamental na Escola Estadual Magalhães Cordeiro, também na Zona Leste. “Meu objetivo agora é começar a treinar muay thai, além do jiu-jítsu e da luta livre”, acrescentou.

Adria Vitória, adversária de Beatriz na final da categoria, tentou ser bailarina antes de conhecer o mundo dos tatames. A aluna do sexto ano do Ensino Fundamental no Colégio Brasileiro representou o projeto social Alessandra Cohen (Praça 14), onde treina desde 2015.

“O que eu mais gosto na academia são as posições de lutas que aprendemos e também os ensinamentos de que os professores nos passam, principalmente a respeitar as pessoas, a ler a Bíblia”, comentou a faixa amarela, sem nenhuma tristeza ou mágoa pela medalha de prata.

Da Terra das Cachoeiras…
Localizado a pouco mais de 100 quilômetros de Manaus, o município de Presidente Figueiredo marcou presença forte na competição com os atletas da Amazonas Top Team (AMTT). Com duas vitórias, o faixa branca Vinícius Vieira foi um dos destaques da equipe da “Terra das Cachoeiras” ao faturar a medalha de ouro da categoria 14/15 anos pesado. Na final, ele superou o flamenguista José Domingos de Almeida (Segadilha/Santa Etelvina), misto de goleiro de futebol comunitário e lutador iniciante.

“Comecei a treinar aos oito anos, dei uma parada e agora voltei para valer. Essa é a minha primeira conquista numa competição No Gi (sem quimono)”, disse Vinícius.

Para o vice-campeão José Domingos é jiu-jítsu é um hobby, por enquanto. Ele, que mede 1,85m e também atua como goleiro, se divide entre o futebol e os treinos na academia Segadilha.

Outra atleta de Presidente Figueiredo que saiu consagrada do Amazonense Sem Kimono foi a faixa verde de jiu-jítsu Mayra Mirelli (AMTT), campeã do Feminino 14/15 anos peso pena (até 50 kg) após vencer Fernanda Mascarenhas (Kadosh) na decisão da categoria.

“Nossa equipe veio para cá com 12 atletas e estamos felizes pelos resultados objetivos até agora, principalmente porque temos muitas dificuldades para competir em Manaus por causa da questão do transporte”, concluiu Mayra.

Fonte: https://l.facebook.com/l.php?u=https%3A%2F%2Fwww.emanuelsports.com.br%2Fpromessas-e-atletas-do-interior-dao-show-no-bergao%2F&h=ATOLcKgdV8SqpJeR6VTjq4Aa8OmjrvMZ3MzEHht8uAd3yvo-ee4USXR66agEuYtpjRx8JToe4yU8pa6ZJlXi_FypLyB2TsIfNWKA3I5tJh0zOGV0k6_2-ccdL_uBQnKxARxdRgUHkrf8mDJmZUnbFICmStj277I1YO0oSKBhTIUkEUu0WZASVR8Ts0aVpa1QmDxHhm0jMJuRC8GLEFYJ9VG_VuWg-hQN44x2UmJWp7mokyT5OjLg77l-MB1WOZ8LXVYDngPqHtn_S0J7JffrcrkZVhungK2_0eLc9Dkt7P-rQFVPD0YXZt_Yi4vJpyg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Enjoy this blog? Please spread the word :)