Policial Militar é acusado de agredir a própria esposa em Presidente Figueiredo

Esteve no Distrito Policial de Presidente Figueiredo, na noite desta sexta-feira(08), a senhora Syntia Nogueira de Souza 43 anos, acompanhada de sua filha Annick Bianca Azevedo Moraes 25 anos, denunciando que seu marido, o policial militar Janderson Araújo dos Santos 33 anos, a agrediu e ainda ameaçou matá-la usando uma arma de fogo.

Conforme relato de Annick, filha da vítima, ela recebeu um telefonema da mãe no dia de ontem, dizendo que estava muito triste por ter descoberto uma traição de seu marido. Annick resolveu vir ao encontro da mãe, saindo da capital onde mora. Ao chegar aqui, estava em uma lanchonete quando recebeu um telefonema de Janderson dizendo que ele estaria levando a esposa para Manaus, pois a mesma não estava passando bem. Desconfiada da história, Annick exigiu ver a mãe alegando que a mesma deveria ser conduzida ao hospital municipal local. Então, o policial desligou a chamada.

Desesperada, a filha da vítima foi para às margens da BR 174, para interceptar o carro do acusado caso ele tentasse passar com sua mãe. Foi então que dona Syntia, ligou para filha dizendo ter sofrido uma tentativa de homicídio e fato não ocorrido por ter conseguido desarmar Janderson, mas que sofrera diversas agressões físicas por parte do mesmo tendo inclusive a chave do carro enfiada em um de seus dedos.

O próprio Janderson após deixar a esposa no hospital, evadiu-se não tendo sido mais localizado, enquanto as duas foram à delegacia local prestar queixas do ocorrido.

Por: Bosco Cordeiro

Enjoy this blog? Please spread the word :)