Sumiço de Jéssica gera boatos em Presidente Figueiredo-Am

A jovem Jéssica da Cunha Alves de 23 anos, encontra-se desaparecida desde a madrugada de sábado(04), no Município de Presidente Figueiredo-Am. quando depois de ir acompanhada de sua mãe e outros familiares, saiu para se divertir no Bar Muzenda`s e, por volta das 03:00 hs, disse a sua mãe que já iria para casa. Um mototaxista foi chamado e a jovem partiu sozinha deixando seus outros acompanhantes no referido clube.

Logo em seguida o mototaxista retornou ao local onde havia pego a passageira, indo a mãe dela indagar onde ele a havia deixado. O rapaz então falou que a deixou na porta de uma residência no Bairro Galo da Serra II, onde ela havia solicitado, no que a mãe esboçou um ar de preocupação. Na casa, encontrava-se João e que segundo ele, Jéssica não retornou, não sendo mais vista desde então.

Ao tomarem conhecimento do sumiço de Jéssica, seus parentes saíram a procura de informações de algum local onde ela pudesse estar e como nada descobriram, por volta das 19:00 hs foram à delegacia registrar o desaparecimento da mesma. Rosângela Cunha Alves tia da moça foi quem fez o registro e falou que todos na família estão aflitos e pede ajuda a quem tiver informações que possa ajudar a localizá-la, que entre em contato com a família através do número (92)99313-4136. No momento de seu desaparecimento, Jéssica vestia um short jeans e um top preto.

Durante todo o dia de hoje, circularam diversos rumores de que havia sido encontrado um corpo na lixeira municipal e de que se tratava de Jéssica. Foi feita uma varredura no local por funcionários da empresa de limpeza pública, acompanhada de um parente da mesma, mas nenhum corpo foi encontrado. Até o presente momento nenhuma informação concreta foi levada ao conhecimento das autoridades policiais sobre a jovem, sendo portanto um mistério a ser desvendado o seu paradeiro.

A família solicita que todos ajudem a divulgar o desparecimento de Jéssica, para que ajudem a localizá-la.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Por: Bôsco Cordeiro

Enjoy this blog? Please spread the word :)