Cantora Angela Maria morre aos 89 anos, em São Paulo

 

A rainha do rádio será velada e sepultada neste domingo, no Cemitério Congonhas, na zona Sul da capital paulista

 

Uma das rainhas do rádio, a cantora Angela Maria morreu no fim da noite desse sábado (29/9). A artista de 89 anos estava internada há mais de um mês no Hospital Sancta Maggiore, em São Paulo, com uma grave infecção. A cantora será velada e sepultada neste domingo (30) no Cemitério Congonhas, na zona Sul da capital paulista.

O marido dela, o empresário Daniel D’Angelo, divulgou um vídeo emocionado no Facebook falando sobre a morte da cantora, principalmente sobre 34 dias de sofrimento na internação.

Ele aparece nas imagens ao lado de Alexandre, um dos filhos adotivos do casal, e de outro rapaz. “É com meu coração partido que eu comunico a vocês que a minha Abelim Maria da Cunha, e a nossa Angela Maria, partiu, foi morar com Jesus”, lamentou.

Angela Maria tinha um show marcado para 20 de outubro em Brasília. Seria uma homenagem a Roberto e Erasmo Carlos. Ela traria ao público temas do disco Angela Maria e as Canções de Roberto & Erasmo, lançado em 2017 pelo selo Biscoito Fino.

Rainha da voz
Abelim Maria da Cunha, verdadeiro nome de Angela Maria, nasceu em Macaé, Rio de Janeiro. Filha de pastor protestante, passou a infância nas cidades fluminenses de Niterói, São Gonçalo e São João de Meriti.

Ela começou a cantar muito jovem, em coro de igrejas durante os cultos. Ela costumava mostrar seu dom também no local de trabalho, uma fábrica de lâmpadas, e começou a participar de programas de calouros.

O sonho de Angela Maria era ser artista de rádio. Imitava Dalva de Oliveira e, com apresentações emocionantes, venceu muitos concursos de música. Ela foi descoberta pelos compositores Erasmo Silva e Jaime Moreira.

Quando começou a se consolidar como cantora, deixou de lados as imitações de Dalva e passou a desenvolver um estilo próprio que a sagrou “rainha da voz”, como era conhecida até hoje, com mais de 710 anos de carreira.

Relembra os sucessos de Angela Maria:

O auge do sucesso de Angela Maria veio na década de 1950, quando, em um concurso popular da Rádio Nacional, ganhou o título de Rainha do Rádio. Nesta época, ganhou do então presidente Getúlio Vargas o apelido de Sapoti e embalava os brasileiros com sambas, como Fósforo Queimado, Ave Maria no Morro e ORgulho.

Ao longa da carreira, Angela Maria formou uma parceria de peso com Cauby Peixoto. Juntos, os dois artistas gravaram o disco Odeon (1982), no qual interpretaram sucessos como Tu Me Acostumaste, Boa Noite Amor, Meu Bem Querer e Como Vai você.

Fonte: https://www.metropoles.com/entretenimento/musica/angela-maria-morre-aos-89-anos-em-sao-paulo

Enjoy this blog? Please spread the word :)