Homem é preso após esfregar pênis em estudante dentro do ônibus, em Manaus

 

De acordo com a jovem, homem chegou a dizer para os outros passageiros que ela o havia provocado. ‘Muitos passageiros olharam e não fizeram nada’

(Foto: Divulgação)

Paulo Fernando de Oliveira Filho, 57, foi preso em flagrante, na tarde de quarta-feira, após esfregar o pênis em uma estudante de 22 anos, dentro de um ônibus da linha 640, em Manaus. O crime aconteceu no bairro Flores, na Zona Centro-Sul de Manaus.

De acordo com a jovem, o homem estava com o órgão sexual ereto e para fora da calça. “Ele ficou com o pênis para fora da calça e se esfregou com ele em mim, tinha até uma criança, de sete ou oito anos com a mãe perto de mim”, relatou ela para a reportagem do jornal Manaus Hoje. 

Ainda segundo a jovem, o ato criminoso iniciou após o motorista do coletivo freir o veículo. “Quando o ônibus freiou, ele encostou em mim e eu falei para o meu amigo, que é um guarda municipal, que se ele encostasse de novo eu iria bater nele, então quando o ônibus freou novamente, ele encostou e quando me virei ele estava com o pênis para fora da calça”, explicou, por telefone.

A jovem de 22 anos relatou ainda que ao ser questionado por outros passageiros, Paulo Fernando justificou que só cometeu o ato porque a vítima havia provocado. “Ele ainda teve a audácia de dizer que só estavam vendo o meu lado, que eu teria provocado ele a fazer isso”, disse a moça.

O amigo da vítima, o guarda municipal Francemberg Santos, deteve o suspeito no ônibus e seguiu para o 6º Distrito Integrado de Polícia, que era a delegacia mais próxima. No entanto o caso foi transferido para o 12º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde um Boletim de Ocorrência pelo crime de importunação sexual foi registrado.

À Polícia Civil, Paulo Fernando apenas argumentou que toma remédio controlado. A reportagem não teve acesso ao depoimento dele. A jovem contou ao Manaus Hoje que muitos passageiros chegaram a flagrar o homem cometendo o ato sexual, mas não se manifestaram em detê-lo. “Muitos olharam e não fizeram nada”, disse.

Paulo Fernando deve ser conduzido para uma audiência de custódia, no Fórum Henock Reis, onde deve ficar a disposição da Justiça.

Fonte: //www.acritica.com/

Related Post

Enjoy this blog? Please spread the word :)