IRMÃO DE 24 ANOS ABUSA DE IRMÃ DE 16, ENQUANTO O IRMÃO DE 15 ASSISTE TUDO ESPERANDO A SUA VEZ DE ABUSAR, NA ZONA RURAL DE PRESIDENTE FIGUEIREDO

É daqueles casos difícil até de acreditar, mas nesta segunda-feira, agentes policiais do 37 DIP, em Presidente Figueiredo, sob às ordens do Dr. Valdinei Silva (Delegado Titular), prenderam um homem de 24 anos, no momento em que o mesmo abusava sexualmente de sua própria irmã adolescente de 16 anos de idade.

No local onde foi realizado o flagrante, em uma área da zona rural de Presidente Figueiredo às margens da BR 174, os quatro irmãos moravam em um barraco sem divisórias, sendo um maior de 25 anos, outro adolescente de 15 anos e as duas irmãs uma de 16 anos e a outra de apenas nove anos. O irmão de 24 anos cometia abusos contra a adolescente de 16 anos, enquanto o irmão de 15 anos abusava tanto da adolescente quanto da irmã de 08 anos.

Em outras oportunidades, quando a polícia se aproximava da casa, eles corriam e se escondiam nas natas próximas, Na operação realizada hoje, os agentes policiais acompanhados da conselheira tutelar, pararam a viatura distante e vieram pela mata, flagrando o irmão mais velho abusando da adolescente, enquanto o outro irmão assistia a tudo esperando sua vez de cometer os mesmos abusos. 

A mãe abandonou os filhos e é moradora de rua na capital, enquanto que o pai era garimpeiro e está desaparecido há alguns anos, em um caso onde oito garimpeiros sumiram em uma região na área da “Cacaia”, considerado território indígena (LEIA MAIS: //g1.globo.com/am/amazonas/noticia/2016/01/apos-um-mes-8-pessoas-continuam-desaparecidas-em-reserva-do-am.html). As vítimas tem uma certa dificuldade em se comunicar e não conseguem detalhar os fatos, não sabendo dizer nem há quanto tempo sofrem os abusos.

Todos foram ouvidos no 37 DIP, tendo o irmão de 24 anos ficado na carceragem, o adolescente de 15 anos entregue sob a responsabilidade de outra irmã que mora nas proximidades, enquanto as duas vítimas, acompanhadas pelo Conselho Tutelar e pelo CREAS, foram encaminhadas à capital para os exames que o caso requer. Suspeita-se, que a adolescente possa estar grávida.

Por: Bosco Cordeiro

error

Enjoy this blog? Please spread the word :)