Em jogo eletrizante, Iranduba e Cerro Porteño empatam em 2 a 2 na Arena

Em jogo eletrizante, Iranduba e Cerro Porteño empatam em 2 a 2 na Arena

O Iranduba volta a campo no próximo sábado (24), às 18h, diante do Uai Urquiza (da Argentina)

Foto: Antonio Lima

Os torcedores que estiveram presentes na Arena da Amazônia nesta quarta-feira (21) acompanharam uma partida de tirar o fôlego. Em um jogo cheio de reviravoltas, Iranduba e Cerro Porteño empataram em 2 a 2 em jogo válido pela segunda rodada do grupo B.

O Iranduba entrou em campo disposto a conquistar a segunda vitória na Libertadores, mas o Cerro mudou o roteiro do jogo logo no início da partida. O cenário que parecia ruim ficou ainda pior, o time paraguaio chegou a abrir dois gols de vantagem, mas um gol relâmpago de Raquel deu fôlego ao time da casa. No segundo tempo, a estrela de Andressinha voltou a brilhar em mais uma bela cobrança de falta, que empatou a partida.

O Iranduba volta a campo no próximo sábado (24), às 18h, diante do Uai Urquiza (da Argentina), em busca da classificação para a fase de mata-mata da Libertadores e depende apenas de uma vitória para avançar.

O jogo

Aos 4 minutos, Andressinha quase repete a cena de sucesso da primeira partida do Iranduba. Em cobrança de falta, a meia bateu bem e exigiu boa defesa da goleira Bobadilla, do Cerro Porteño. A pressão continuou e a equipe amazonense, mas foi a equipe visitante quem abriu o placar, justamente em uma jogada de bola parada. Em cobrança de falta aos 9 minutos, o time paraguaio contou com desvio da volante Djeni, do Hulk, e abriu vantagem no placar.

O gol abriu o jogo, e os dois times não pareciam nada dispostos a diminuir o ritmo da partida. A zaga do time amazonense, no entanto, cometeu erros em sequência e deu vários sustos na sua torcida.

Aos 27, o Iranduba voltou a mostrar força e quase empatou o jogo, mas parou no travessão. O castigo foi quase imediato, aos 29 minutos o Cerro Porteño voltou a encontrar espaço na zaga amazonense, fez boa triangulação e ampliou em lindo chute de Peralta. O cenário parecia ficar complicado para o Iranduba mas, dois minutos depois, o Hulk mostrou que, assim como nos quadrinhos, nunca se dá por vencido e reagiu com gol de Raquel após boa trama no ataque. O gol incendiou a Arena da Amazônia e voltou a colocar o Iranduba na partida.

Na reta final da primeira etapa, a goleira do Bobadilla voltou a aparecer com destaque e evitou que o placar fosse igualado. No segundo tempo, os dois times não diminuíram o ritmo e o Cerro buscava definir o placar, enquanto o Iranduba tentava o empate, que quase saiu aos 8, mas Camilinha desperdiçou grande chance de contra-ataque. Aos 13, o travessão voltou a fazer o papel de vilão para do time amazonense, desta vez em finalização de Ludmila.

A pressão deu resultado os 22, Andressinha voltou a mostrar a precisão nas cobranças de falta e empatou o placar em cobrança de meia distância. Aos 26, mais uma vez, o poste estava no caminho do Iranduba, na busca pela vitória. Apesar do domínio na reta final da partida, o time amazonense não conseguiu furar o bloqueio paraguaio e saiu de campo com apenas um ponto somado, com o empate em 2 a 2.

Fonte: https://www.acritica.com/channels/esportes/news/em-jogo-eletrizante-iranduba-e-cerro-porteno-empatam-em-2-a-2

Enjoy this blog? Please spread the word :)