Traficante exige que assassinos de PM se entreguem à polícia em Manaus

 

A ordem é direcionada para outros líderes criminosos, para que eles denunciem e os suspeitos do crime sejam entregues às autoridades; veja vídeo

Traficante pede que outros criminosos denunciem os envolvidos na morte do capitão | Foto: Divulgação

Manaus – Em um vídeo compartilhado nas redes sociais na manhã desta quarta-feira (13), um suposto traficante aparece exigindo que os envolvidos no assassinato do capitão da Polícia Militar Deivide de Souza Chaves se entreguem à polícia. O crime aconteceu na noite desta terça-feira (12). 

Na gravação, um homem aparece com o rosto borrado pedindo que outros criminosos denunciem os envolvidos na morte do capitão, que foi assassinado a tiros após tentar reagir a um assalto.

“Os ‘cabeças’ aí, para entregar os cara do Ônix que mantaram o policial, até amanhã, meio-dia, se não vai embaçar pra todo mundo, para todo os ‘cabeça’ da cidade (sic)”, diz o suposto traficante no vídeo.

A ordem é direcionada para outros líderes criminosos, para que eles denunciem e os suspeitos do crime sejam entregues às autoridades. 

Confira:

 

| Autor: Divulgação

 Entenda o caso

O capitão da Polícia Militar Deivide de Souza Chaves, de 32 anos, foi morto a tiros após reagir a um suposto assalto na noite desta terça-feira (12), na rua Ananás, conjunto Castanheiras, bairro São José, zona Leste de Manaus. A ação dos bandidos foi flagrada por câmeras de segurança.

Pelas imagens é possível ver que a vítima joga o celular para os bandidos, e em seguida, saca uma arma para tentar reagir. Entretanto, ele acaba sendo baleado pelos ladrões e cai no chão.

De acordo com as autoridades, o PM foi socorrido para o Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio, mas não resistiu e morreu.

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

Veja o momento em que o capitão é baleado

 

| Autor: Divulgação
//d.emtempo.com.br/
error

Enjoy this blog? Please spread the word :)