Vídeo: Exército teria matado indígenas durante construção de BR-174

 

De acordo com os relatos, armas químicas foram usadas para retirar os índios do local

As mortes teriam ocorrido durante a abertura da Br-174 | Foto: Márcio Melo

Manaus – O Exército está sendo acusado por uma tribo da Amazônia por matar indígenas durante a Ditadura Militar para abertura de espaço para a construção da rodovia BR-174, que liga Manaus a Boa Vista.

Em depoimentos dados para a Juíza Federal Raffaela Sousa, durante uma audiência realizada na tribo Waimiri-Atroari, seis testemunhas descreveram as atrocidades que teriam sido cometidas para a construção da BR-174.

A pista foi supervisionada pelo Exército no final da década de mil novecentos e setenta. Ela passa por dentro da reserva indígena que se estende pelos estados de Roraima e Amazonas. De acordo com os relatos, armas químicas foram usadas para retirar os índios do local.

 

O coronel reformado Hiram Reis e Silva estava na audiência como representante do Comando Militar da Amazônia. Militares uniformizados ouviram os depoimentos em silêncio.

Veja reportagem do SBT | Autor: SBT Notícias

Fonte: //d.emtempo.com.br/

Enjoy this blog? Please spread the word :)